Suplemento de ácido fólico na gravidez não possui contra-indicação e é gratuito

No último dia 29 a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo) lançou uma nova campanha para reforçar a recomendação para consumo de suplementos de ácido fólico (400 microgramas por dia) ao menos um mês antes de engravidar e durante o primeiro trimestre de gestação (período em que o tubo neural está em pleno desenvolvimento).

O uso do ácido fólico se justifica porque previne a anencefalia e a espinha bífida, ambos defeitos de fechamento do tubo neural, melhor explicados na nota que transcrevo no final deste post.

Algo muito legal e que fiquei sabendo agora é que o ácido fólico é GRATUITO, como parte da política de atenção à gestante. É distribuído pelos Postos de Saúde, bastando uma prescrição que pode ser do seu médico ou mesmo do enfermeiro ou nutricionista do Posto. Ainda, o ácido fólico distribuído nos Postos de Saúde é fabricado pelo laboratório da Fundação Oswaldo Cruz, que produz medicamentos de ponta. POR ISSO DIVULGUEM!  Muitas pessoas que precisam não possuem essa informação!!!

Nos termos do jornal O Estado de S. Paulo, “O tubo neural é a estrutura que dará origem ao sistema nervoso central do bebê, incluindo cérebro e coluna. Sua formação ocorre entre o 17.º e o 30.º dia após a concepção. Estima-se que 1 em cada mil bebês nasçam com espinha bífida ou desenvolvam anencefalia, uma malformação incompatível com a vida. Pesquisas apontam que o consumo de ácido fólico reduz em até 75% o risco de o bebê nascer com esses dois problemas. Em 2002, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou a adição de 4,2 mg de ferro e de 150 mg de ácido fólico para cada 100 g de farinha de trigo e de milho. A intenção era reduzir a prevalência de anemia por deficiência de ferro e prevenir defeitos do tubo neural. O ácido fólico é uma vitamina do complexo B e atua no processo de multiplicação das células e na formação de proteínas estruturais e da hemoglobina. Sua forma natural, o folato, pode ser encontrada em vegetais de folhas verde escuras, como couve, brócolis e espinafre, mas não nas quantidades necessárias para prevenção dos problemas.”

Pedro com gel no cabelo, domingo 2 de setembro de 2012

Pedro com gel no cabelo, domingo 2 de setembro de 2012

Deixe um comentário

Arquivado em Gestação, Saúde

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s