Trabalhando normal?

Não, não estou trabalhando normal, estou trabalhando fantasiada de She-Ra! Aliás combinamos lá no meu trabalho de irmos essa semana cada uma com sua fantasia predileta!

É óbvio que isto é uma brincadeira, mas é o que me dá vontade de responder quando ouço esta pergunta! Sim, porque todos os anos é a mesma coisa, as pessoas acham que não se trabalha “normal” nesta semana entre Natal e Ano Novo e acham isso principalmente das pessoas “jurídicas” como eu! Leia-se “jurídicas” nós os chatos que não contentes em se formar numa Faculdade de Direito, ainda por cima, exercemos esse labor tão fora de moda e duramente criticado em absolutamente TODAS as suas áreas!

Mas não estou aqui para reclamar,  escolhi e gosto muito do meu trabalho. Assim como escolhi e gosto muito de tirar férias depois do Carnaval há anos, o que me permite estar sempre aqui em Porto Alegre nesses feriados em que a cidade é um luxo!

Porto Alegre é demais, mas Porto Alegre sem filas é mais-que-demais!

Sim, as semanas do Carnaval e do Ano Novo são as duas semanas mais fantásticas que existem aqui! A cidade vazia, o trânsito fluindo, as pessoas mais tranqüilas, mais simpáticas. Muitas coisas não funcionam alguns argumentam, mas retruco: o que funciona, funciona muito bem! E a cidade desabitada é algo que eu – particularmente – adoro!

Claro que morro de inveja quando vejo as fotos das praias paradisíacas que meus amigos postam no “feice”, mas quando eu penso na gincana que a pessoa tem que passar para colocar o pézinho na areia nessa época do ano, enfrentando estradas lotadas ou aeroportos infernais, a inveja passa rapidinho!

Como uma boa chata que sou adoro viajar no contrafluxo e por isso nosso destino tradicional no Réveillon é Canela. Sim, lá eu descanso, acabo de ler os livros que eu comecei e não consegui acabar durante o ano (ou melhor, tento acabar, o que já é ótimo!) e, principalmente, jogo muita conversa fora com amigos queridos. Sim,  nós os chatos conseguimos reunir uma turma razoável com interesses comuns e simples, como acreditar que existe um mundo melhor e neste mundo não existem filas!

Pois é, esse é o meu clube, essa é a minha vida! E agora tenho que aproveitar, afinal já fui alertada (ameçada?) que o Pedro logo logo vai estar incomodando para ir para praia!

Eu quero uma casa no campo, onde eu possa compor muito rocks rurais... E tenha somente a certeza, dos amigos do peito e nada mais...

Deixe um comentário

Arquivado em Delícias de Porto Alegre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s